Livro "Convivencialidade"

 

 

  Como adquirir

 

Pelo site da      ou pelo tel. 0800-171944

 

  Resumo

 

Este livro traz informações sobre o universo do relacionamento entre as pessoas, repensado à luz da filosofia, mas discutido no contexto do mundo atual, e principalmente no ambiente de trabalho. Focaliza-se aqui o conceito “convivencialidade”, inspirado em pensadores como Martin Buber, Ivan Illich, Humberto Maturana, Jurgen Habernas e David Bohm, e em autores como Dee Hock e Peter Senge. 

A obra foi idealizada pela R.E.D.E. – Rede para a Educação, o Dom e a Expressão, uma comunidade auto-organizante e auto-governada, dedicada a promover, divulgar e fomentar a convivencialidade nas empresas, organizações e na sociedade, para que nestas se desenvolva a expressão dos potenciais humanos. 

Define-se convivencialidade como a atitude de reconhecer o outro com quem nos relacionamos como um “legítimo outro” (Maturana), por sermos capazes de reconhecer a nós mesmos nesse outro. É um princípio que busca transcender o utilitarismo em que o “outro” é considerado apenas em função do uso que se possa fazer dele, e isso se aplica às relações que mantemos com as demais pessoas, a sociedade, o mercado, a natureza, e até com nós mesmos. 

Convivencialidade é fazer-se presente ao outro - em todos os sentidos que essa palavra comporta. O livro se inicia com o conceito de convivencialidade construído pela R.E.D.E., ao que se seguem artigos de autores que foram convidados a contribuir com seus diversificados, convergentes ao tema, que é tão vivo como abrangente.

 

  Aplicação

 

Este livro é dirigido a todos aqueles que acreditam que é possível melhorar o ambiente em que vivemos, seja ele a organização em que trabalhamos ou até mesmo o planeta que nos abriga. Com o intuito de promover o diálogo e a reflexão a respeito deste conceito, diversos autores oferecem, aqui, sua visão particular de convivencialidade.

 

  Sumário